Anais Hipertexto 2009
Home » Anais Hipertexto 2009

ISSN 1984-9117

 

1.             A apropriação do ciberespaço pelos movimentos sociais (Mittmann)

2.             A autonomia em práticas letradas nas atividades do curso Mídias na Educação (Silva e Ribeiro)

3.             A biblioteca escolar nas teias do discurso eletrônico (Ferrarezi e Romão)

4.             A complexa simbologia da linguagem matemática como poética hipertextual (Oliveira e Brito)

5.             A construção da identidade através de nicks em chats (Lima)

6.             A construção de imagens de si no Orkut (Silva)

7.             A construção do roteiro cinematográfico com alunos de ensino médio: relato de uma experiência (Amorim et al.)

8.             A "dança" dos gêneros audiovisuais na convergência de mídias: um estudo de migrações e transmutações na Web 2.0 (Costa)

9.             A dialética professor-tutor na educação online: o curso de pedagogia-UAB-UFJF em perspectiva (Bruno e Lemgruber)

10.          A edição estrutural em hipertexto entre os estudos e os manuais (Bocchini e Yamazaki)

11.          A emergência de dinâmicas interacionais em aulas de inglês em contexto de blended learning (Martins)

12.          A escrita digital em "scraps" do Orkut: apenas a transmutação dos gêneros "bilhetes" ou "recados"? (Abreu)

13.          A espacialidade da escrita e da leitura (Vilarouca)

14.          A experiência de ensinar leitura e produção de textos nas modalidades presencial e a distância (Corrêa e Jorge)

15.          A explicação no letramento digital: reflexão preliminar sobre o ambiente de ensino-aprendizagem via web (Silva Neto e Campos)

16.          A hipermídia no ensino de português como língua estrangeira: compartilhando experiências (Leroy)

17.          A inclusão digital na escola pública (Costa)

18.          A influência dos hipertextos digitais para o ensino e aprendizagem de ortografia: inov@ç@o ou “erro”? (Silva)

19.          A organização retórica de gêneros introdutórios em meio digital (Soares)

20.          A relação entre a experiência de navegação do internauta e a compreensão do conceito de hipertexto (Vasconcelos)

21.          A sonoridade e a visualidade como elementos constituintes da poética de Arnaldo Antunes (Aranha)

22.          A tecnologia do hipertexto na aprendizagem de um curso a distância on-line (Lacerda)

23.          A troca de experiências culturais vivenciadas entre alunos brasileiros e estrangeiros residentes no Canadá (Jorge e Vieira)

24.          Letramento Digital: em que nível se encontra o aluno de relações internacionais da UEPB e as contribuições dessa nova ferramenta (Maciel e Lima)

25.          Apropriação tecnológica na escola: desafios e perspectivas (Cruciani)

26.          As expressões nominais nos comentários de blogs (Braganholo)

27.          As metáforas nos blogs: o lugar, o recipiente, a máquina e o tecido (Borges)

28.          As potencialidades e limites de um software que trabalha conteúdos da alfabetização (Frade, Resende e Ramalho)

29.          As redes sociais virtuais, os nativos e imigrantes digitais (Souza e Borges)

30.          Aula 1: do pergaminho ao hipertexto (Rehem)

31.          Auto-organização e processos editoriais na Wikipedia: uma análise à luz de Michel Debrun (d’Andrea)

32.          Bens comuns intelectuais: dos que temos aos que queremos (Vieira)

33.          Blog educacional: uma proposta de ferramenta pedagógica (Rodrigues)

34.          Blog jornalístico: o dialogismo bakhtiniano na rede (Oliveira)

35.          Blogue: um gênero híbrido da esfera hipertextual em um modo de enunciação eletrônico-digital? (Terra)

36.          Café e cultura no ambiente virtual: os recursos hipertextuais do Live Mocha na aprendizagem de línguas estrangeiras (Pereira e Araújo)

37.          Caminhos da proficiência digital docente (Mafra)

38.          Comodificação discursiva em scraps do Orkut (Nobre e Lima-Neto)

39.          Considerações acerca da linguagem na construção de conteúdos hipertextuais para EaD (Valadares)

40.          CQC – Custe o Que Custar: construção de sentidos e multimodalidade em entrevistas a políticos (Silva)

41.          Curso de Inglês Instrumental on-line para graduandos de engenharia (Fragoso)

42.          Do esquecimento da paisagem (Santiago Sobrinho)

43.          Do vídeo cassete ao YouTube. A (r)evolução do uso do vídeo na sala de aula de línguas estrangeiras (Fialho)

44.          Educação a distância: a linguagem como facilitadora da aprendizagem (Koelling e Lanzarini)

45.          Elementos (do amor): breve leitura de alguns elementos da obra digital Amor de Clarice (Tavares)

46.          Enciclopédias contemporâneas: leituras reticulares da literatura de Jorge Luis Borges (Gomes)

47.          Estratégias de leitura de sites em escola pública de Belo Horizonte (Glória e Frade)

48.          Estrutura de participação no fórum online de uma comunidade do Orkut (Lima)

49.          Estudo de caso da adaptação do Almanaque Abril às edições impressas e multimídia: por uma nova editoração (Pezzin)

50.          Fanzine: da publicação independente à sala de aula (Campos)

51.          Flagrantes do processo de inclusão digital de um sujeito participante do curso Mídias na Educação (Vasconcelos e Araújo)

52.          Formação docente continuada, trabalho docente colaborativo e desenvolvimento local: desafios aos portais educacionais (Silva e Machado)

53.          Gênero e colaboração: a construção do verbete da Wikipédia (Lima)

54.          Gêneros digitais: possibilidades de interação no Orkut (Peixoto e Lêdo)

55.          Geobox: uma proposta de cibernarrativas nos atravessamentos dos fluxos urbanos (Rocha e Tavares)

56.          Grupo e colaboração: o papel da tecnologia na formação de um grupo de professores de correção de provas sistêmicas (Gomes e Teixeira)

57.          Heterogeneidade da escrita, gênero do discurso e pontuação não-convencional em bate-papos virtuais (Luiz-Sobrinho)

58.          Hipermídia e processos editoriais de produção da reportagem: o caso da “Crônica de uma catástrofe ambiental” (Rocha e Ribeiro)

59.          Hipertexto e fluxo informacional: considerações sobre o dado e o novo na web (Lé)

60.          Hipertexto e pesquisa escolar: possibilidades de desenvolvimento do conhecimento científico nos alunos (Teixeira e Coscarelli)

61.          Imagens 3D virtuais no ensino de Ciências: reconstruções de um modelo analógico do olho humano em aplicativo multimídia (Morais e Nagem)

62.          Interações discursivas em um fórum on-line (Medeiros e Nascimento)

63.          Internet – diferencial proporcionado pelas linguagens digitais e pela telemática (Gonçalves)

64.          Internet e ensino: transformando o Orkut em ambiente virtual de aprendizagem (AVA) (Oliveira)

65.          Jogos eletrônicos e aprendizagem: diversas possibilidades e desdobramentos (Souza)

66.          Jogos online para alfabetização o que a internet oferece hoje (Ribeiro e Coscarelli)

67.          Jornalismo baseado em tags (Moherdaui)

68.          La lectura en lengua extranjera: una experiencia con el hipertexto (Tallei)

69.          Leitura e escrita no Orkut: o que os professores veem e o que não veem (Bezerra)

70.          Letramento digital como consequência da elaboração de materiais didáticos para a educação a distância (Cúrcio)

71.          Letramento digital: diversas fontes de consulta, produções e os primeiros dados construídos para uma revisão de literatura (Ribeiro e Freitas)

72.          Letramento digital e desempenho acadêmico em EaD via internet (Pinheiro e Lobo-Sousa)

73.          Letramento digital na formação inicial dos graduandos de Letras da UFJF para o uso do computador no ensino-aprendizagem de língua estrangeira (Souza, Silva e Saito)

74.          Letramentos digitais, apropriação tecnológica e inovação (Buzato)

75.          Letramentos digitais e aprendizagem de língua inglesa nas redes sociais virtuais (Gallardo)

76.          Lidando com experiências genuinamente digitais: leitura, textualidade e design de interação na leitura da interface gráfica de usuário (Novais)

77.          Linguagens, interfaces: uso e apropriação semiótica (Campos)

78.          Literatura digitalizada: o novo processo de leitura, a partir da obra The Scarlet Letter em sua versão digital (Nunes e Moura)

79.          Literatura e hipertexto em O Castelo dos Destinos Cruzados (Moreira)

80.          Metamorfoses do livro: multimídia e escrita literária (Santos e Barbosa)

81.          Micro-bloggings: novos meios de comunicação na internet (Nunes, Tabosa e Rufino)

82.          Mobilização de práticas letradas escolares e acadêmicas: uma análise da produção de projetos didáticos no programa Mídias na Educação (Silva)

83.          Narrativas literárias em livros didáticos de Ensino Médio (Passos)

84.          Navegação em um infográfico multimídia na web: aspectos de produção e recepção (Raymundo)

85.          Novas práticas na educação: o uso de jogos digitais para fortalecer a aprendizagem (Silva e Justino)

86.          O chat educacional: relato de uma experiência com o gênero textual no curso superior (Silva)

87.          O design do livro didático de alfabetização: tipografia e legibilidade (Nascimento)

88.          O e-mail como ferramenta de apoio no ensino de espanhol: uma experiência no núcleo de línguas da Universidade Estadual do Ceará (Carvalho)

89.          O ensino/aprendizagem de Filosofia através do blog: a nova ágora virtual (Torres)

90.          O ensino-aprendizagem de língua estrangeira por meio de edublog: por uma dimensão interacional da linguagem (Soares, Ribeiro e Rodrigues)

91.          O ensino de E/LE e as novas tecnologias: repensando o trabalho com as atividades de compreensão auditiva (Leal)

92.          O fórum de discussão como espaço de reflexão sobre as novas tecnologias no ensino-aprendizagem de línguas na formação dos graduandos da Faculdade de Letras da UFJF (Silva)

93.          O fórum de discussão em EaD e a promoção da aprendizagem colaborativa: as estratégias interacionais utilizadas pelo tutor (Barros e Souza)

94.          O fórum educacional em cursos virtuais de LE como ferramenta de interação: uma análise crítica de duas experiências (Rozenfeld, Gabrielli e Soto)

95.          O hiperleitor/aluno de língua estrangeira: a um click da autonomia? (Araújo-Júnior)

96.          O hipertexto e o material didático virtual (Oliveira)

97.          O hipertexto em sala de aula: análise da obra “Cobra Norato” de Raul Bopp (Carvalho e Villela)

98.          O hipertexto palimpséstico em Ramona, Adiós de Montserrat Roig (Oliveira)

99.          O professor de educação infantil e as novas TICs: relações identitárias e letramentos (Dieb)

100.          O sujeito-criança nos movimentos do discurso eletrônico: sentidos em confronto (Romão et al.)

101.       O trabalhador escravo: um olhar abolicionista (Mello)

102.       O uso da biblioteca digital como fonte de atualização e modificação da prática pedagógica na educação básica a distância (Alves e Carvalho)

103.       O uso do hipertexto na aprendizagem de Cálculo em um ambiente virtual (Garcia e Pinto)

104.       Orkut na escola ou a escola no Orkut? O potencial da sala de informática como espaço de aprendizagem e sociabilidade virtual (Penteado)

105.       Parábola do des(amor) em Sophie Calle (Ribeiro)

106.       Participações em uma comunidade de prática; o sustentáculo da Wikipédia (Serrano)

107.       Percurso hipertextual em um AVA: leitura na era digital (Martins)

108.       Percursos cognitivos e produções de sentidos a partir de um discurso midiático (Xavier e Nascimento)

109.       Podcast: um gênero ou suporte? Emergente ou híbrido? Oral ou escrito? (Costa)

110.       Por uma matriz de letramento digital (Dias e Novais)

111.       Polifonia em novos gêneros (hiper)textuais (Oliveira)

112.       Práticas de escrita e autoria: a utilização dos blogs literários nas aulas de língua portuguesa (Pereira e Freitas)

113.       Práticas de leitura e escrita propostas por atividades em letramento digital: em que nível se encontra o aluno de relações internacionais da UEPB e as contribuições dessa nova ferramenta (Maciel e Lima)

114.       Práticas do letramento digital e do escolar no Módulo Introdutório do curso Mídias na Educação (Amorim)

115.       Preconceito e identidade linguística: crenças de estudantes de um curso de educação à distância (Paiva e Soares)

116.       Programa inclusivo de representação gráfica e imagética em arquitetura e engenharia (Lima e Leite)

117.       Quatro movimentos de uma justaposição polifônica (Souza)

118.       Redecifrando um hipertexto: construção de leitura para “Emparedado” (Oliveira)

119.       Reemergência do sujeito nas mídias sociais da web 2.0 e a consequente transformação da esfera jornalística (Covre)

120.       Retextualização, multimodalidade e mídias no ensino de português (Ribeiro)

121.       Rir “com” ou rir “do” professor: um olhar para os enunciados de alunos de línguas no Orkut (Irala)

122.       Sala de aula: uma nova tecnologia de escrita (Oliveira)

123.       Sítio do Picapau Amarelo: uma leitura hipertextual (Castro)

124.       Software educativo para ensino de inglês: análise e considerações sobre seu uso (Zardini)

125.       Tecnologias Digitais = Tecnologias Educacionais??? Pressupostos para uma avaliação (Ferreira e Frade)

126.       Tentando compreender o poético nas inscrições digitais (Sales)

127.       Teoria e prática dos gêneros digitais nos documentos oficiais da área de Letras (Villela)

128.       Trabalhando com o computador na EJA: uma análise dos relatos das práticas pedagógicas em meio digital com jovens e adultos (Curto)

129.       Trabalhando novos recursos didáticos (Barbosa e Maciel)

130.       Trajetórias de estudantes universitários de meios populares em busca de letramento digital (Bandeira)

131.       Tudo que é digital se desmancha no ar: poéticas e diásporas digitais (Diniz)

132.       Uma desconstrução do conceito de genealogia em A Estranha Nação de Rafael Mendes, de Moacyr Scliar (Quintão)

133.       Uma proposta de classificação dos links hipertextuais a partir de critérios navegacionais e informacionais (Hissa)

134.       Um deslizar irônico pelas alamedas do olhar (Junqueira)

135.       Utilização das tecnologias de informação e comunicação como recurso educativo na formação profissional (Silva)

136.       Videogame, novos letramentos e a escola, uma conjugação possível? (De Paula)

137.       Web 2.0 e políticas linguísticas: português brasileiro versus português europeu (Silva-Rodrigues)

138. Afetividade, hipermodalidade e hipertextualidade nas interações no Orkut (Soares e Araújo)

139. Ambiente Virtual de Aprendizagem: desafios e possibilidades na formação do tutor (Barbosa)

140. Análise de propaganda: um olhar hipertextual sob a perspectiva bakhtiniana acerca do dialogismo (Sabino)

141. Alerta na Blogosfera: convergência midiática, informação, opinião e prática jornalística (Rocha Jr.)

142. A hipertextualidade enquanto instância dialógica do enunciado (Ferraz)

143. Links como articuladores do sentido na narrativa do hipertexto jornalístico do portal JC Online (Luna)

144. O gênero talk-show numa tipologia de gêneros televisivos (Miranda)

145. A Escrita online e suas relações com a aprendizagem: um olhar Bakhtiniano (Castro)

146. A formação do professor para uso das tecnologias digitais na educação: reflexões sobre as relações dialógicas na compreensão da linguagem digital (Santos)

 

Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais
Av. Amazonas 7675 - Nova Suiça - Belo Horizonte - MG - Brasil CEP: 30.480-000
Telefones: +55 (31) 3319-7110 e +55 (31) 3319-6762
Email: hipertexto2009@gmail.com


Multiverse