3º Simpósio Hipertexto e Tecnologias na Educação Vimeo Flickr MySpace Blogger Reddit Technorati YouTube Orkut Moodle LinkedIn Wordpress StumbleUpon Delicious Feed RSS Facebook Twitter

O Simpósio é constituído por diferentes atividades, entre elas sessões de comunicação, mesas-redondas e conferência.



saiba mais
       
 



         
 
 

A Era do Hipertexto. Linguagem e Tecnologia
Antonio Carlos Xavier

Ano:2009

Estamos vivendo em plena Era do Hipertexto. Provavelmente, antes de começar a folhear este livro, você já tenha acessado a Internet para ler e-mails ou consultar um blog ou jornal on-line. Se uma dessas coisas lhe aconteceu, você é um dos 1,5 bilhão de usuários de hipertexto. Quem insistir em ignorá-lo “já era” ou, pelo menos, terá dificuldades de inserção social e profissional. Por isso, esse livro interessa a alunos, professores e profissionais de todos os setores de atividades e áreas do saber. Tem a ver com todos aqueles cidadãos sintonizados com seu tempo e que reconhecem a necessidade de conhecer o potencial comunicativo, socializador, educacional e criativo constitutivo do hipertexto que invadiu irreversivelmente nosso quotidiano.

 
         

         
 
 

Como fazer e apresentar trabalhos científicos em eventos acadêmicos
Antonio Carlos Xavier

Ano:2010

Este livro está dividido em duas partes. A primeira ensina como produzir e formatar textos dos gêneros acadêmicos (projeto de pesquisa, resumo, resenha, artigo científico, monografia, dissertação e tese) para as áreas de ciências humanas e sociais aplicadas. Já a segunda parte deste livro tem como objetivo apontar estratégias de apresentação de trabalhos científicos em eventos, pois não adianta saber escrever bem textos acadêmicos e até publicá-los em revistas importantes, se não se sabe apresentá-los adequadamente em congressos diante dos pares. Por isso, este livro traz sugestões de como tornar a exposição pública do trabalho bem mais objetiva, elegante e interativa, permitindo a audiência tanto conhecer os conteúdos relevantes quanto degustar da qualidade do texto já publicado ou em vias de publicação. Este livro é destinado aos estudantes, professores e profissionais que trabalham com comunicação em geral e que precisam escrever trabalhos científicos e apresentá-los em eventos do mundo acadêmico ou corporativo.

 
         

         
 
 

Crônicas do Cotidiano (e-book)
Nelly Carvalho

Ano:2010

Fruto da cuidadosa seleção da autora, essa coletânea apresenta como principais qualidades a clareza e a espontaneidade com que trata as questões linguísticas, principal eixo temático de suas reflexões. No campo dos estudos da linguagem, como nos demais campos científicos, são muito raros os profissionais que, como a Professora Nelly Carvalho, conseguem ultrapassar o hermetismo academicista dos especialistas, tornando seus textos interessantes e acessíveis ao menos iniciado dos leitores.

» Acessar e-book

 
         

         
 
 

Hipertexto e Gêneros Digitais. Novas formas de construção de sentido
Luiz Antônio Marcuschi e Antonio Carlos Xavier(ORGS.)

Ano:2010

Com entrada dos computadores, em particular a rede mundial consolidada na internet conectando o planeta Terra de ponta a ponta 24 horas por dia, mudaram as condições de produção e distribuição do conhecimento. Ainda não sabemos como será o futuro. Nem sabemos o quanto isso deverá afetar as gerações vindouras. Mas certamente se trata da mais fascinante das invenções humanas nos últimos séculos. É disso que trata esta coletânea de ensaios. Daí também sua importância para todos aqueles que se dedicam a algum tipo de análise desses fenômenos e se ocupam com as formas de escrita. Os temas aqui tratados interessam particularmente aos lingüistas, comunicadores, educadores, sociólogos, antropólogos, psicólogos e filósofos e todos os que se ocupam dos problemas ligados aos usos da escrita.

 
         

         
 
 

Hipertextus Revista Digital. Volume 5
Edição: Antonio Carlos Xavier

Ano:2010

Já está no ar o quinto número da Hipertextus Revista Digital. Nesta edição, dez textos foram selecionados por nossa equipe especializada de conselheiros estudiosos da área. Aqui você vai encontrar análises críticas interessantes sobre conceitos e definições que exorbitam esse domínio de conhecimento, bem como relatos de experiências de sucesso quando da utilização na prática pedagógica das tecnologias digitais hoje fartamente disponíveis tanto para o ensino quanto para a aprendizagem, de modo formal e informal.

» Acessar revista

 
         

         
 
 

Hipertextos multimodais
Luiz Fernando Gomes

Ano:2010

O que é o hipertexto? Em suma é um texto que não vai para direita, para esquerda, nem para cima, muito menos para baixo. E a multimodalidade? São vários sistemas de informação ao mesmo tempo. Assim é resumido pelo autor Luiz Fernando Gomes o assunto da obra “Hipertextos multimodais”. Fruto de intensa pesquisa teórico-prática, este livro é parte da tese de doutorado defendida na UNICAMP pelo professor Luiz Fernando Gomes. Baseando-se em extensa e atualizada bibliografia, o autor toca em questões basilares dos estudos lingüísticos, retomando e rediscutindo os conceitos de texto, hipertexto, multimídia, hipermídia e multimodalidade. Certamente este é um livro que interessará aos estudantes de Letras e Lingüística e àqueles que pretendem conhecer um pouco mais sobre a linguagem dos meios digitais.

 
         

         
 
 

Inclusão digital: experiências, desafios e perspectivas.
Adriano Canabarro Teixeira e Karina Marcon

Ano:2009

Este livro, escrito em mutirão em diferentes momentos e espaços, como é próprio da dinâmica social contemporânea, representa muito mais do que um apanhado de artigos científicos, mas o registro de um complexo, desafiador e profícuo esforço de articulação do tripé universitário, porém, agregando-lhe um importante elemento: a inovação! Somos alunos, professores, colaboradores, graduados, especialistas, mestres e doutores com as mais diversas experiências, com formações
distintas mas complementares, que sensibilizam-se pelas questões da inclusão, e que,  principalmente, identificam, a partir da leitura do mundo, que a inclusão digital em pouco tempo se consolidará como elemento fundamental de inclusão social. Desejamos que este livro não seja somente uma comemoração de 5 anos de serviços prestados, mas, principalmente, um convite para o estabelecimento de parcerias de trabalho em prol de uma inclusão digital significativa e efetiva

 
         

         
 
 

Inclusão digital: Novas perspectivas para a informática educativa
Adriano Canabarro Teixeira

Ano:2010

Neste livro, o autor (re)articua, contrapõe e (re)constrói alguns conceitos que podem sustentar discussões de fundo da informática educativa, como, por exempo: Inclusão digital, fluência tecnocontextual e cultura de redes. A partir de uma cuidadosa articulação entre teoria e prática, este livro pode contribuir significativamente para o avanço desta área estratégica do desenvolvimento social: a informática educativa espaço legítimo de inclusão digital.

 
         

         
 
 

Internet e Espiritualidade - o despertar através das mensagens de e-mail
Valter Luís de Avellar

Ano:2010

O pesquisador Valter Avellar busca entender neste livro o porquê de tantas pessoas se utilizarem do e-mail para divulgar mensagens de atitude positiva, valores, otimismo, sabedoria, espiritualidade e sentido da vida. O que as motivam e quais são os efeitos em suas vidas? Partindo da experiência de um grupo de troca de mensagens humanísticas e espirituais, o autor aborda alguns aspectos sobre esse fenômeno da Internet. Para o enfoque da sociabilidade em rede, utiliza os conceitos de Ciberespaço, Cibercultura e Inteligência Coletiva. A propagação da fé tem uma ótica da Mística e do Sagrado. A Transdisciplinaridade serve de suporte para o diálogo inter-religioso que se evidencia. E analisa os efeitos terapêuticos através de uma forma de conhecimento humano denominado Logoterapia.

 
         

         
 
 

Leitura e escrita em movimento
Organização: Ana Elisa Ribeiro, Ana Maria Nápoles Villela, Jerônimo Coura Sobrinho, Rogério Barbosa da Silva

Ano:2010

Leitura e escrita em movimento é uma obra organizada por professores e pesquisadores do CEFET-MG. O livro foi gerado por uma seleção de bons trabalhos apresentados durante o III Encontro Nacional sobre Hipertexto, ocorrido em 2009, em Belo Horizonte, sob a presidência da profa. Ana Elisa Ribeiro, colaboradora do NEHTE UFPE. Os textos que constituem a obra tratam das relações entre literatura e tecnologia e de aspectos da produção editorial e jornalística sob o impacto das NTIC. Diversas universidades brasileiras estão representadas nos capítulos, que se unem em torno das discussões sobre ler, escrever e publicar no século XXI.

 
         

         
 
 

Linguagem, Educação e Tecnologia
Organização: Ana Elisa Ribeiro, Ana Maria Nápoles Villela, Jerônimo Coura Sobrinho, Rogério Barbosa da Silva

Ano:2010

Linguagem, Educação e Tecnologia é uma obra organizada por professores e pesquisadores do CEFET-MG. O livro foi gerado por uma seleção de bons trabalhos apresentados durante o III Encontro Nacional sobre Hipertexto, ocorrido em 2009, em Belo Horizonte, sob a presidência da profa. Ana Elisa Ribeiro, colaboradora do NEHTE UFPE. Os textos que constituem a obra tratam das relações entre educação e tecnologias, apresentando trabalhos de autores de várias partes do Brasil. O aspecto mais abordado nas pesquisas relatadas é o letramento digital, que constitui tema comum a diversos capítulos.

 
         

         
 
 

Publicidade Híbrida
Rogério Covaleski

Ano:2010

O livro investiga como está ocorrendo o processo de hibridização da publicidade a partir das intersecções, cada vez mais intensas, entre três atores do ambiente mediático contemporâneo: o mercado publicitário, a indústria do entretenimento e as tecnologias interativas. O estudo analisa a publicidade em suas novas configurações e em sua hibridização, observando a interação da comunicação publicitária com outras formas de expressões comunicativas e artísticas e, sobretudo,
com os produtos midiáticos de entretenimento. A obra se desenvolve sobre a quebra de paradigmas no atual mercado publicitário, investiga os processos criativos e produtivos e as implicações decorrentes para, por fim, apresentar e analisar exemplificações das soluções híbridas de publicidade que contemplam entretenimento e interatividade. Nas demonstrações apresentadas no texto, soma-se a estas características, ainda, a possibilidade de que as peças ou campanhas sob análise têm de ser compartilhadas entre os receptores. As peças das campanhas analisadas se enquadram no que o texto defende como um novo produto midiático: o “entretenimento publicitário interativo”, pois são híbridos que, em um mesmo esforço comunicacional, entretêm, persuadem, interagem e são compartilháveis; enfim, exemplos de uma publicidade cada vez mais híbrida.

 
         

         
 
 

Sem medo do Internetês
Tadeu Rossato Bisognin

Ano:2010

Esta publicação sintetiza os achados de uma pesquisa sobre a escrita de jovens no Orkut. Esse tipo de escrita, apesar das alterações gráficas que a identificam, é bastante integrado aos padrões lexicais do português brasileiro. Não há, motivos para tanto estranhamento... tampouco para se imaginar que ela seria capaz de invadir e corromper a escrita "normal". Mas isso, como convém a todo trabalho cientifico, teve que ser demonstrado, provado. O internetês pode ser visto pelos educadores como algo positivo, como um atestado vivo da transformação da língua que reflete a transformação do homem. Trata-se de um código de comunicação que se adapta a uma dada situação, tal como tantos códigos. É, então, perfeitamente válido despertar a percepção dos estudantes sobre a diversidade de usos da língua falada e escrita em diferentes situações de comunicação. A escola tem muito a dialogar com essa nova escrita, pois nesse diálogo, em meio ao internetês, está o nosso aluno, um aluno novo e, ao mesmo tempo, um aluno bastante conhecido. Esta obra, justamente, presta sua contribuição para esse encontro sempre tão necessário. Em sua parte final, apresenta sugestões sobre como a escrita sob exame pode ser explorada em atividades em sala de aula.

 
         


 

Como participar

Autores e editores interessados em lançar suas obras durante o Simpósio Hipertexto devem contatar a equipe de comunicação do evento através do e-mail: simposiohipertexto@gmail.com 

A mensagem eletrônica deve conter arquivo de imagem (.jpg, .png, .gif, .pdf) com a capa do livro, além de texto descritivo (sinopse da obra) com até 200 palavras.

Serão aceitas obras publicadas em 2009 e 2010 que estejam de acordo com os eixos temáticos centrais ou com os subtemas do Simpósio Hipertexto.

 

Envio do material

Endereço de email para envio dos arquivos digitais (capa e sinopse):
simposiohipertexto@gmail.com 

Os autores deverão enviar as informações para publicação no website do evento até o dia 10 de novembro.

Cada autor deverá enviar via correio um exemplar da obra, até o dia 20 de novembro, para o seguinte endereço:

VIDAL E NORONHA S.A.G LTDA.
PIPA COMUNICAÇÃO
Comunicação Oficial 3º Simpósio Hipertexto

Rua Irene Gomes de Mattos, 97
Boa Viagem Recife - PE, 51011-530.

Obs: No caso de e-books os autores deverão enviar o link para disponibilização do material ou enviar a mídia na qual o livro eletrônico foi publicado.










       
       
 
Realização:
 
Nehte/Ufpe
Abehte
 
     
     
 
     
 
Apoio:
 
Ufpe
Capes
Propesq/Ufpe
 
Facepe
  Letras/Ufpe  
     
 
     
     
Pós-Graduação em Letras/Ufpe
Edufpe
Pluri Educacional
 
Livraria Vozes
  Hebron  
     
 
     
     
Editora 34
Rêspel Editora
Pontes Tur
 
     
                         
2010 © 3° Simpósio Hipertexto e Tecnologias na Educação: rede sociais e aprendizagem


Pipa Comunicação